Caxias arquitetura do início do século. Hoje apenas na memória fotográfica.




GRAÇAS A FOTOGRAFIA E A VISÃO FUTURA DE ALGUNS FOTÓGRAFOS, COMO DOMINGOS E RENO MANCUSO, NOSSA 
MEMÓRIA ARQUITETÔNICA FOI PRESERVADA, MAS APENAS EM IMAGENS.
AS MAIORES PROVAS DA CULTURA DE UM POVO SÃO DEMONSTRADAS PELO VALOR QUE ELE DA A NATUREZA, OS ANIMAIS E PRESERVAÇÃO DOS VALORES DO PASSADO, SUA HISTÓRIA, O CAMINHO TRILHADO POR SEUS ANCESTRAIS E AS COISAS QUE ELES DEIXARAM: ESCRITURAS, ARTES, OBJETOS, SUAS CONSTRUÇÕES E A ARQUITETURA.
Na maioria dos países antigos, como exemplo, Itália e França em cidades com mais de dois mil anos, os seus centros históricos são mantidos intactos. Prédios que foram construídos há mais de mil anos, alguns com dois mil anos, sobreviveram ao tempo e até as guerras. Jamais passaria pela cabeça de um especulador imobiliário Parisiense, derrubar um patrimônio milenar para dar lugar a um edifício, até mesmo porque não pode. Na Itália, vilas inteiras são preservadas exatamente como eram na sua fundação. Os prédios novos, as novas residências, são construídos em outro lugar e de forma que não prejudiquem o visual da antiga. 
Caxias do Sul é uma cidade jovem, tem apenas 123 anos de idade e sua história, em quase totalidade já ruiu. Ruiu não pelo tempo, pois os prédios eram construídos para sobreviver ao tempo. Ruíram pela ganância e irracionalidade imobiliária. Prédios que foram construídos artisticamente com detalhes minuciosos pelas mãos de artífices pedreiros do passado, caíram para dar lugar a caixas de fósforos gigantescas, pesadas, escuras sem a menor beleza e escondendo a beleza dos prédios antigos, que ainda sobrevivem ao seu redor. A evolução humana exige que se construam mais prédios residenciais, centros comerciais, etc. Mas também faz parte da evolução humana que isso seja feito preservando a memória de nossa história. 

Fotografias com autoria de Domingos Mancuso, Reno Mancuso e Renan C. Mancuso
texto de Renan C. Mncuso

Quadra de Avenida Júlio de Castilhos em frente a Praça Dante Alighieri entre as ruas Marquês do Herval e Dr. Montaury.
Em 1947 os três prédios do meio, dois de madeira, deram lugar ao Cinema Central e a outros dois prédios de alvenaria.
Hoje ainda se mantém os cinco primeiros prédios da esquerda mais o do Cinema Central e o prédio ao lado, Farmácia Mais econômica.
Esquina das ruas Sinimbu com Marquês do Herval
de 1947 até hoje, todos foram demolidos pouco mais de meio século
.
Casarões da Avenida Júlio esquina com a Dr. Montaury, preservados.
Atrás daquele tapume ainda existe o prédio
1947- dessa foto ainda existem 6 prédios
Os dois prédios a esquerda, na rua Dr. Montaury, não existem mais
Banco Nacional do Comércio- 1947
Esquina da Rua Dr. Montaury com avenida Júlio de Castilhos.
NÃO EXISTE MAIS.
QUADRA DA RUA DR. MONTAURY ENTRE A AVENIDA JÚLIO DE CASTILHOS COM RUA SINIMBU.
O HOTEL MENEGOTTO EM 1947, NO PRÉDIO ONDE ERA A INTENDÊNCIA MUNICIPAL.
NESSA QUADRA NÃO EXISTE MAIS NENHUM DOS PRÉDIOS ANTIGOS
.
RUA MARQUÊS DO HERVAL, QUADRA ENTRE A AVENIDA JÚLIO DE CASTILHOS COM RUA SINIMBU.
ANO 1947
NESSA QUADRA O ÚNICO PRÉDIO, AINDA EXISTENTE É O DO CINEMA GUARANY, O SEGUNDO PRÉDIO A ESQUERDA
,
1947- QUADRA DA AVENIDA JÚLIO DE CASTILHOS, SENTIDO OESTE LESTE ENTRE AS RUAS VISCONDE DE PELOTAS E DR. MONTAURY.
O ÚNICO PRÉDIO QUE AINDA EXISTE É O PRIMEIRO, QUE APARECE PARCIALMENTE, DA ESQUINA DA RUA VISCONDE DE PELOTAS.
QUADRA DA AVENIDA JÚLIO DE CASTILHOS ENTRE A RUA GARIBALDI E VISCONDE DE PELOTAS, SENTIDO OESTE LESTE, ANO 1947- AINDA EXISTE O PRÉDIO DA ESQUINA COM A VISCONDE DE PELOTAS E O DA ESQUINA COM A RUA GARIBALDI.
ANO 1947  pRÉDIO DA ANTIGA fERRAGEM CAXIENSE LOCALIZADO NA RUA SINIMBU EM FRENTE A METALÚRGICA EBERLE. O PRÉDIO NÃO EXISTE MAIS.
ANO 1947- RUA SINIMBU, QUADRA ENTRE AS RUAS DR. MONTAURY E VISCONDE DE PELOTAS.


CINE THEATRO APOLO, DEPOIS REBATIZADO, ÓPERA, UMA GRANDE OBRA DA ARQUITETURA QUE MARCOU A VIDA DE TANTOS CAXIENSES.
GUARDADA SOMENTE NA MEMÓRIA FOTOGRÁFICA, DEU LUGAR A ESSE...


ESTACIONAMENTO DE AUTOMÓVEIS QUE RECEBEU O NOME, GARAGEM ÓPERA



















BANCO DA PROVÍNCIA -1947
LOCALIZADO NA AVENIDA JÚLIO DE CASTILHOS, QUADRA ENTRE A RUA BORGES DE MEDEIROS COM RUA ALFREDO CHAVES.
NÃO EXISTE MAIS.


PRÉDIO DA INTENDÊNCIA, LOCALIZADO NA RUA DR. MONTAURY ENTRE A AVENIDA JÚLIO DE CASTILHOS COM RUA SINIMBU. NÃO EXISTE MAIS

ESSA É APENAS UMA PEQUENA AMOSTRA, RETIRADA APENAS DAS PRIMEIRAS QUADRAS CENTRAIS DE CAXIAS DO SUL. COM UMA PESQUISA MAIS APROFUNDADA, OS ABSURDOS COM RELAÇÃO A NOSSA MEMÓRIA ARQUITETÔNICA, E TAMBÉM COM RELAÇÃO A PRESERVAÇÃO AMBIENTAL E PRESERVAÇÃO DE MONUMENTOS E PRAÇAS, DEIXA MUITO A DESEJAR.