O PARQUE E OS PAVILHÕES DA FESTA NACIONAL DA UVA.


Fotografias de Renan C. Mancuso
Pesquisa e textos Wikipédia

A Festa da Uva é a principal festividade de Caxias do Sul, dedicada a celebrar a colonização italiana e reavivar as tradições históricas da comunidade. Realiza-se a cada dois anos desde 1931, e anima toda a cidade em uma variedade de eventos que se desenrolam nos quinze dias de sua duração. No Parque de Exposições são montados centenas de estandes que apresentam os produtos agrícolas típicos da região, naturalmente com destaque para a uva, além de outras seções darem uma amostragem da atividade local nos setores da culinária, da indústria e do comércio. Acontecem também shows de música, teatro, danças, distribuição gratuita de uva, exposições temáticas, artísticas e históricas, jogos desportivos típicos da vida colonial como arremesso de queijo, amassamento de uva com os pés e corrida de tratores, as cantinas e vinícolas se abrem para os turistas, mas o evento mais marcante é o desfile de carros alegóricos, que ilustram vários aspectos do tema proposto para cada edição. No desfile aparecem a rainha e as princesas da Festa, consideradas verdadeiras embaixatrizes da cidade, divulgando-a em outros lugares. Embora os imigrantes italianos sejam os protagonistas da Festa, outras etnias que participaram da construção da cidade também são representadas e homenageadas

Em 1931, quando foi realizada a primeira Festa da Uva, Caxias do Sul era uma cidade em pleno desenvolvimento. Com uma produção de quase 42 mil toneladas de uva, o município era responsável por quase um terço de toda a produção gaúcha da fruta. Naquele ano, os produtores daqui haviam exportado 21,1 milhões de litros de vinho tinto. E a cidade crescia. A Festa da Uva era a celebração desse sucesso.
Assim, a primeira Festa da Uva foi uma celebração da vindima. Não houve desfile de carros alegóricos nem escolha das Soberanas, mas sim, uma exposição discreta e elegante de uvas, na sede do Recreio da Juventude (esquina das ruas Visconde de Pelotas e Sinimbu). O sucesso foi tanto que, antes mesmo de acabar essa edição, já estava sendo planejada a seguinte, realizada em 1932.

O IDEALIZADOR DA FESTA DA UVA FOI JOAQUIM PEDRO LISBOA.
Na entrada do Parque, o busto em homenagem a Joaquim Pedro Lisboa



ALGUNS DETALHES
EM 1950 O PRESIDENTE EURICO GASPAR DUTRA INAUGUROU A FESTA DA UVA E A PARTIR DE ENTÃO, TORNOU-SE TRADIÇÃO TODAS AS EDIÇÕES DA FESTA SEREM INAUGURADAS PELOS PRESIDENTES EM EXERCÍCIO.
A PRIMEIRA TRANSMISSÃO DE IMAGENS A CORES DE TELEVISÃO, NO BRASIL, FORAM TRANSMITIDAS  PELA TV GLOBO EM 1972 COM A ABERTURA DA FESTA DA UVA EM UM DESFILE DE CARROS ALEGÓRICOS.

Em 1974 fpo escolhido um novo local para a Festa da Uva, sendo transferida para o chamado Parque Mário Bernardino Ramos, com uma área construída de 32 mil m² de estruturas metálicas para os expositores, 30 mil m² para estacionamento, e uma área verde em torno de 400 mil m². Neste mesmo projeto foram incluídas a criação do museu temático da Casa de Pedra, a transferência do Museu Municipal para a antiga sede da Prefeitura, e a construção de um ginásio municipal, além de outras benfeitorias no entorno do parque. O novo complexo foi inaugurado em 15 de fevereiro de 1975 na XIIIª edição da Festa da Uva. Em 1978 foi erguida ali uma pequena réplica da primeira colônia de Caxias do Sul, com um grupo de casas de madeira e uma igrejinha, animadas por um espetáculo de Som e Luz. Em 2004 também foi instalado no parque o Monumento Jesus Terceiro Milênio, de autoria de Bruno Segalla, e o Memorial Atelier Zambelli, dedicado à preservação do acervo remanescente da oficina da importante família de santeiros, escultores e decoradores da cidade.


Mapa do Parque




 ASPECTOS GERAIS DOS PAVILHÕES, TODOS FEITOS DE ESTRUTURA METÁLICAS EM FORMADO DE CACHOS DE UVAS COM TELHAS DE VINIL TRANSPARENTE COR DE UVA


























ASPECTOS GERAIS DO PARQUE E RÉPLICAS.


























































ATRÁS DOS PAVILHÕES, NO PARQUE, A IMAGEM DE JESUS CRISTO DO TERCEIRO MILÊNIO
 E UMA VISTA PANORÂMICA DO CENTRO E BAIRROS CENTRAIS DO LADO SUL DA CIDADE DE CAXIAS.